Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/polic396/public_html/bkp-pcia/admin/conectar.php on line 2
Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
CAPA
NOTÍCIAS
VÍDEOS
GALERIA DE FOTOS
CHAT
AGENDA
SOCIAL
QUEM SOMOS
ANUNCIE
CONTATO


Home Page
Favoritos

WhatsApp Policia e Cia
fb/policiaeciaoficial
@policiaecia
Envie torpedos SMS grátis
TV's Online

Rádios Online

Sites Úteis
Policia Rodov.Federal
Polícia Federal
Bombeiros MG
Polícia Militar MG
Polícia Civil MG
Detran MG
Tribunal de Justiça MG
Justiça Militar MG
Portal do MP
Consultar CEP
Consulta Veículos MG
Lista telefônica
Anteced. Criminais PC
Anteced. Criminais PF
Certidao Negativa Justiça Federal
Certidao Negativa Tribunal Eleitoral
Agência Brasil
Agência Minas
Cadastro Nacional de Veículos
Jornal O Tempo


Parceiros
Pascoal On Line
Matipó Vip
Universo Policial
Blog da Renata
Portal Caparaó
Mutum On Line
Ipanews - Ipanema
Jornal O Campeão
Manhuagito
Portal Vila Nova
Jornal Regional
Portal da Mata
Blog Willian Chaves
Comendador Fabricio
Lovantino
Blog do Cabo Júlio
Amigos de Caserna‏
Blog Debate Policial
Blog do Cabo Fernando
Matipo Web
TV Super Canal
Jornal de Bolso
Manhuaçu Noticia
Jornal o Combatente
Instituto Caminhar
Pontinhos de Minas
TV COM


Bookmark and Share

Colunistas
Estado violência

Desenvolvido pela ArtePlus - www.arteplus.infoGetulio Vargas de Lacerda
Segurança Pública
getuliovlacerda@hotmail.com
Delegado de Policia Nível II
Esp. em tóxicos
Pós graduado em Direito Penal, Proc. Penal e Público
Professor Direito Proc. Penal
Multiplicador Policia comunitária
Palestrante - Mult Denarc – SP

Apresentador Programa TV Catuai Falando Sério - Anti Drogas e Programa Personna.

Idade: 49 Anos, Casado, 03 Filhos, Thalles 20 Anos, Thais 17 e Lucas 12.

Rel: Evangélico, Diácono da Igreja O Brasil para Cristo em Manhuaçu-MG.
Cursos: Dentre Os Acima, Possui Diversos Na Área Policial- Inteligência Policial - Anti Seqüestro.

Estado violência:  por Getúlio Vargas de Lacerda

O caso é educar, acima de tudo. Como já se disse muitas vezes, a instrução informa ao passo que a educação forma.”

O aumento da criminalidade nos dias atuais, em proporções verdadeiramente alarmantes, podemos dizer no mundo inteiro, está provocando muito interesse pela Criminologia, que era a bem dizer uma ciência circunscrita ao domínio dos especialistas. Principalmente depois da II Guerra Mundial, com maior explosão da violência, ora na forma primária de eliminação brutal, ora com requintes de perversidade friamente calculada, a preocupação como crime tomou-se um estado de espírito generalizado, porque todos estão inquietos, para não dizer amedrontados. Não é um problema apenas dos grandes centros urbanos, pois também há violência e crime nas zonas rurais e menos populosas , assim ficou cabalmente demonstrado nos últimos anos em nossa região, não fico de forma alguma constrangido em falar sim que nossa região tem seus problemas como todas as outras, mas tivemos sim um aumento dos índices de homicídios principalmente, fora estupros e outros hediondos crimes. Assim quando frisamos o assunto Violência, notamos que ela não é só aparente, havendo em muitos casos os fatores que a causam  , o fato gerador da mesma e numa análise nas linhas da criminologia , teríamos que estudar as formas de prevenção,  sobre todos os aspectos;

Mas a incidência é maior e mais freqüente nas cidades de população mais concentrada, onde é mais forte a confluência de fatores predisponentes. E nenhum sistema de vigilância e defesa da pessoa humana consegue conter a impetuosidade do crime. Estamos diante de verdadeiro fenômeno de patologia social, sob este ponto de vista. A sociedade tem o seu lado bom, nas manifestações de pureza, dignidade, amor ao próximo, mas tem as suas doenças, como nos organismos biológicos. E a criminalidade é uma dessas doenças.

Justamente por causa das dolorosas circunstâncias em que se encontra a sociedade, a Criminologia deixou de ser simples disciplina acadêmica, então configurada nos círculos mais restritos de estudos, e passou a ser, na realidade, um campo aberto a vários tipos de inquirições e reflexões sérias.

E quem é, no momento, que não está querendo as luzes de uma ciência que seja capaz de oferecer soluções, ou, pelo menos, explicar as causas da criminalidade, que é um problema absorvente? Mas a Criminologia, justamente por ser uma ciência, e toda ciência há de passar por um processo de evolução, não pode indicar uma receita única nem consagrar uma fórmula geral e definitiva. Entre os especialistas, há muita discussão, notadamente quanto às causas. Seja como for, ela está em seu grande momento. Até mesmo no ângulo da cultura geral, que é o mais comum, suas elucidações atualmente se fazem muito necessárias. Enfim não temos fórmulas mágicas em nossas mãos , solução de problemas não podem ficar restritos a reuniões com amostras de quadros de estatísticas , planilhas de redução , como se realmente temos conseguido reduzir , logicamente que me refiro a como parte integrante da segurança pública de mostrarmos o estado  real da situação , de forma alguma não devemos tapar o sol com a  peneira, tenho ouvido muito ultimamente a expressão “enxugar gelo ”, mas solução imediata posso afirmar que não existe.

Como vínhamos dizendo, a Criminologia tem relações com a Psiquiatria porque fere diretamente o aspecto patológico da criminalidade. Com a Psicologia, porque o estudo da delinqüência tem muito o que ver com a repercussão dos distúrbios glandulares no psiquismo e, portanto, na definição da personalidade doentia. Com a Sociologia, porque não se pode interpretar o fenômeno da criminalidade com abstração do meio social e das influências concorrentes na sociedade. Com a Antropologia, em suma, porque os padrões de cultura, com os seus valores, atualmente estão sendo levados muito em conta nas reações contundentes.

È de nosso conhecimento que muitas vezes o indivíduo se torna violento , ou já nasce violento, pelo meio onde vive, como vive, o que ele passou na sua vida , na infância,  aquela expressão “sofreu violência “sexual”, quando criança, quantos e quantos casos mostrados na mídia que tiveram grande repercussão.

Acredito sim que o que mais falta na sociedade, é a responsabilidade que cada um de nós temos, pois somos todos responsáveis pelo que produzimos, nós produzimos então a violência , nós de certa forma com nossa omissão , colaboramos muito pra que nossa cidade esteja sempre cheia de usuários de drogas, pessoas estranhas que circulam aqui sem sequer serem identificadas , assim nós temos em nossa realidade os crimes que aqui são aflorados e que nos preocupam sim, esta é a forma de violência explícita , HOMICIDIOS, LATROCÍNIOS, crimes que tem na sua gênese certa complexidade, e que exige uma estrutura dinâmica ,tanto em recursos humanos, quanto na própria logística  pela demanda que se tem, onde temos muito presente o DESAMOR, e falta muitas vezes a coragem de abrir e darmos o grito, ... CHEGA... não queremos  viver o estado hipocrisia, temos  que buscar DEUS, viver a sua PAZ, acreditar na vida, abrir o coração para as pessoas sem preconceito de nada , aprender a cada dia a cultivar Deus em nossa vida.

A União da escola, família, igreja , grupos de reflexão, os valores da família acima de tudo , para entendermos que somente a mudança na cultura de um povo pode nos fazer crer que daí pode sim ser plantada a semente do saber , a educação é sem  dúvida a  ESPERANÇA para um futuro melhor, quando as famílias  poderão ter acesso livre ás universidades, faculdades, serem cultas, e aprenderem que poderão se tronar mestres no amanhã , isso não é estudado em criminologia ; pra que sabermos de como nasce um criminoso? , assim , se você acha que a Educação é cara , então experimente a ignorância  (Derek Bok), assim enquanto estivermos pensando em construir presídios para geramos “empregos”, deveríamos pensar em construir escolas  profissionalizantes, com professores  bem pagos , felizes em poder exercer a sua nobre missão, assim Educação nunca foi despesa , sempre foi investimento co m retorno garantido.

Baseado em estudos sobre a violência

As opiniões expressas ou insinuadas neste site pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do site www.policiaecia.com.br ou de seus representantes.



A matéria foi acessada 13447 vezes.






Leia também:


Quem somos - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie - Gerenciar
©2009-2017- Site Policiaecia.com.br - Todos os direitos reservados.
Arte Plus - Marcelo Ivanir