Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/polic396/public_html/bkp-pcia/admin/conectar.php on line 2
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018
CAPA
NOTÍCIAS
VÍDEOS
GALERIA DE FOTOS
CHAT
AGENDA
SOCIAL
QUEM SOMOS
ANUNCIE
CONTATO


Home Page
Favoritos

WhatsApp Policia e Cia
fb/policiaeciaoficial
@policiaecia
Envie torpedos SMS grátis
TV's Online

Rádios Online

Sites Úteis
Policia Rodov.Federal
Polícia Federal
Bombeiros MG
Polícia Militar MG
Polícia Civil MG
Detran MG
Tribunal de Justiça MG
Justiça Militar MG
Portal do MP
Consultar CEP
Consulta Veículos MG
Lista telefônica
Anteced. Criminais PC
Anteced. Criminais PF
Certidao Negativa Justiça Federal
Certidao Negativa Tribunal Eleitoral
Agência Brasil
Agência Minas
Cadastro Nacional de Veículos
Jornal O Tempo


Parceiros
Pascoal On Line
Matipó Vip
Universo Policial
Blog da Renata
Portal Caparaó
Mutum On Line
Ipanews - Ipanema
Jornal O Campeão
Manhuagito
Portal Vila Nova
Jornal Regional
Portal da Mata
Blog Willian Chaves
Comendador Fabricio
Lovantino
Blog do Cabo Júlio
Amigos de Caserna‏
Blog Debate Policial
Blog do Cabo Fernando
Matipo Web
TV Super Canal
Jornal de Bolso
Manhuaçu Noticia
Jornal o Combatente
Instituto Caminhar
Pontinhos de Minas
TV COM


Bookmark and Share

Colunistas
Alergia alimentar canina

Desenvolvido pela ArtePlus - www.arteplus.infoDr. Renata Miranda
Médica Veterinária
renatamiranda@superig.com.br

Médica Veterinária - CRMV MG 5343
Graduada pela UFMG
Especialista em Clínica Médica e Cirúrgia de Pequenos animais.



A alergia alimentar canina corresponde a menos de 10% das alergias observadas nos cães. Esta doença é provocada por um desequilíbrio imunológico do organismo, onde determinado alimento pode provocar reações semelhantes a picadas de ectoparasitas (pulgas e carrapatos), atopia e não é contagiosa, podendo afetar diferentes animais que comem os mesmos alimentos.

Pode aparecer em filhotes a partir do primeiro ano de vida, mas também em qualquer outra idade.

A grande vilã da história é a proteína, principalmente aquelas de alto peso molecular. Na verdade, são aquelas que encontramos em quase todo tipo de alimento. Elas são derivadas das carnes de frango e bovina, trigo, milho, ovos, leite, soja etc. Na maioria das vezes os proprietários trocam a alimentação por conta própria. É difícil encontrar um alimento comercial que não contenha um dos ingredientes citados.

Por se tratar de um quadro alérgico, a coceira em alto grau, é o principal sinal clínico, principalmente ao redor dos olhos, patas, ouvidos e em qualquer parte mais sensível no corpo.

A investigação pode ser complicada, às vezes longa e sem exames de sangue sensíveis aos prováveis alergenos, então a melhor saída é a troca da alimentação. Escolha uma com fonte de proteína na qual o animal nunca tenha comido, como por exemplo carne de peixe, coelho, cordeiro, cangurú ou trocar por alimentos comerciais a base de proteína hidrolisada.

O animal leva no mínimo 20 dias para começar a apresentar melhora e só podemos afirmar que realmente era alérgico ao alimento após 45 dias se alimentando da dieta nova.

É importante lembrar que existem outras dermatites que devem ser investigadas , principalmente a DAPP, atopia e que podem ser mais baratas de tratar.

Em casos de dúvidas, caso seu animal tenha suspeita para este tipo de dermatite, não troque a alimentação por conta sem antes consultar um médico veterinário.

As opiniões expressas ou insinuadas neste site pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do site www.policiaecia.com.br ou de seus representantes.



A matéria foi acessada 6814 vezes.






Leia também:


Quem somos - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie - Gerenciar
©2009-2018- Site Policiaecia.com.br - Todos os direitos reservados.
Arte Plus - Marcelo Ivanir