Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/polic396/public_html/bkp-pcia/admin/conectar.php on line 2
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018
CAPA
NOTÍCIAS
VÍDEOS
GALERIA DE FOTOS
CHAT
AGENDA
SOCIAL
QUEM SOMOS
ANUNCIE
CONTATO


Home Page
Favoritos

WhatsApp Policia e Cia
fb/policiaeciaoficial
@policiaecia
Envie torpedos SMS grátis
TV's Online

Rádios Online

Sites Úteis
Policia Rodov.Federal
Polícia Federal
Bombeiros MG
Polícia Militar MG
Polícia Civil MG
Detran MG
Tribunal de Justiça MG
Justiça Militar MG
Portal do MP
Consultar CEP
Consulta Veículos MG
Lista telefônica
Anteced. Criminais PC
Anteced. Criminais PF
Certidao Negativa Justiça Federal
Certidao Negativa Tribunal Eleitoral
Agência Brasil
Agência Minas
Cadastro Nacional de Veículos
Jornal O Tempo


Parceiros
Pascoal On Line
Matipó Vip
Universo Policial
Blog da Renata
Portal Caparaó
Mutum On Line
Ipanews - Ipanema
Jornal O Campeão
Manhuagito
Portal Vila Nova
Jornal Regional
Portal da Mata
Blog Willian Chaves
Comendador Fabricio
Lovantino
Blog do Cabo Júlio
Amigos de Caserna‏
Blog Debate Policial
Blog do Cabo Fernando
Matipo Web
TV Super Canal
Jornal de Bolso
Manhuaçu Noticia
Jornal o Combatente
Instituto Caminhar
Pontinhos de Minas
TV COM


Bookmark and Share

Colunistas
DIA DO MAÇOM

Desenvolvido pela ArtePlus - www.arteplus.infoArildo Paulo Viana
Teologia e Direito
vianaarildo@ig.com.br

Teologia, Filosofia e Direito.



O dia 20 de agosto foi escolhido pela Maçonaria Brasileira como¨O Dia do Maçom¨, porque nessa data, que realmente a nação brasileira se tornou independente, por força e decisão da maçonaria.

Encontra-se na BIBLIOTECA NACIONAL DO RIO DE JANEIRO, desde 1923 a Certidão das Atas do Grande Oriente do Brasil, de 1822, com o título: DOCUMENTOS PARA A HISTÓRIA DA INDEPENDÊNCIA, VOLUME I, LISBOA – RIO DE JANEIRO, 1923 – A MAÇONARIA E A INDEPENDÊNCIA.

Exatamente em 20 de agosto de 1822, foi convocada uma reunião extraordinária do Grande Oriente do Brasil por Joaquim Gonçalves Ledo, em face da ausência de José Bonifácio, Grão-Mestre, que se encontrava em viagem fora do Rio de Janeiro. Joaquim Gonçalves Ledo, seu substituto hierárquico na maçonaria brasileira, profere um eloqüente e inflamado discurso sobre a Independência do Brasil, na Augusta e Respeitável Loja Simbólica “Arte e Comércio”, onde era 1º Grande Vigilante. Expondo aos maçons presentes à necessidade urgente de ser imediatamente proclamada a Independência do Brasil, pois não seria mais possível aos brasileiros viverem sob o jugo de Portugal.

Por causa do discurso proferido, houve uma proposta colocada em votação para que fosse enviada uma cópia da ata daquela reunião a D. Pedro I, que também era maçom, considerando o Brasil livre de Portugal. Ata esta que foi votada e aprovada por todos os maçons presentes.

A cópia da ata dessa reunião foi encaminhada imediatamente a D. Pedro I que se encontrava também viajando e, recebeu tal decisão às margens do riacho do Ipiranga somente em 7 de setembro do mesmo ano, ocasião que o Imperador proclamou a Independência do Brasil por encontrar respaldo, apoio e determinação da maçonaria brasileira.

Por esta razão, posteriormente foi incluso nas normas vigentes da Maçonaria, o 20 de agosto, O Dia do Maçom, que deve ser comemorado solene e festivamente todos os anos pelos maçons brasileiros. Já o Dia Internacional do Maçom é o Dia 22 de Fevereiro, data de aniversário de GEORGE WASHINGTON.

Além da Independência, a Maçonaria esteve e está sempre presente nas ocasiões em que o direito a liberdade (de pensamento, ir e vir, religiosa, etc.) esteve ou está ameaçada. Ela tem como principio o crescimento moral, material, intelectual da humanidade, com respeito à religião, as ideias de cada um, sempre semeando virtudes e a crença no Ente Supremo, que é Deus.

A Maçonaria é uma Ordem Universal formada de homens de todas as raças, credos e nacionalidades, acolhidos por suas qualidades morais e intelectuais e reunidos com a finalidade de construírem uma sociedade humana, fundamentada na esperança do amor a Deus, à pátria, à família e ao próximo.

“Para ser maçom é preciso ser tolerante, virtuoso e buscar a sabedoria e com a constante investigação da verdade e sob a tríade liberdade, igualdade e fraternidade, segundo os princípios da Ordem, da Razão e da Justiça”. Pugna e pugnou em defesa da cidadania. Participou efetivamente na Independência do Brasil; na Abolição da Escravatura; na Proclamação da República do Brasil; na independência dos Estados Unidos da América, na constituição da Comunidade Européia, na Revolução Francesa; na Revolução de Farroupilha; na Inconfidência Mineira e em muitos outros eventos de grande envergadura, onde a Maçonaria se fez presente para prevalecer à justiça, a verdade e a liberdade.

Curiosamente, várias bandeiras de estados brasileiros trazem alguma simbologia maçônica. O Brasil teve como chefe maior da Nação muitos maçons, tais como: D.Pedro I, Deodoro da Fonseca, Prudente de Morais, Campos Sales, Rodrigo Alves, Nilo Peçanha, Hermes da Fonseca, Wenceslau Braz, Washington Luiz, Jânio Quadros...

Não é uma sociedade secreta e sim uma sociedade discreta, onde seus estatutos e regimentos são registrados segundo as normas de cada país, onde está presente. Atualmente, o mundo tem cerca de seis milhões de maçons regulares, sendo que os Estados Unidos tem aproximadamente 58% deste total e a Inglaterra 22% e a Brasil tem apenas 2%, mas o importante é que ela está presente em praticamente em todos os países do mundo.

As opiniões expressas ou insinuadas neste site pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do site www.policiaecia.com.br ou de seus representantes.



A matéria foi acessada 7315 vezes.






Leia também:


Quem somos - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie - Gerenciar
©2009-2018- Site Policiaecia.com.br - Todos os direitos reservados.
Arte Plus - Marcelo Ivanir