Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/polic396/public_html/bkp-pcia/admin/conectar.php on line 2
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018
CAPA
NOTÍCIAS
VÍDEOS
GALERIA DE FOTOS
CHAT
AGENDA
SOCIAL
QUEM SOMOS
ANUNCIE
CONTATO


Home Page
Favoritos

WhatsApp Policia e Cia
fb/policiaeciaoficial
@policiaecia
Envie torpedos SMS grátis
TV's Online

Rádios Online

Sites Úteis
Policia Rodov.Federal
Polícia Federal
Bombeiros MG
Polícia Militar MG
Polícia Civil MG
Detran MG
Tribunal de Justiça MG
Justiça Militar MG
Portal do MP
Consultar CEP
Consulta Veículos MG
Lista telefônica
Anteced. Criminais PC
Anteced. Criminais PF
Certidao Negativa Justiça Federal
Certidao Negativa Tribunal Eleitoral
Agência Brasil
Agência Minas
Cadastro Nacional de Veículos
Jornal O Tempo


Parceiros
Pascoal On Line
Matipó Vip
Universo Policial
Blog da Renata
Portal Caparaó
Mutum On Line
Ipanews - Ipanema
Jornal O Campeão
Manhuagito
Portal Vila Nova
Jornal Regional
Portal da Mata
Blog Willian Chaves
Comendador Fabricio
Lovantino
Blog do Cabo Júlio
Amigos de Caserna‏
Blog Debate Policial
Blog do Cabo Fernando
Matipo Web
TV Super Canal
Jornal de Bolso
Manhuaçu Noticia
Jornal o Combatente
Instituto Caminhar
Pontinhos de Minas
TV COM


Bookmark and Share

Colunistas
Dicas de Prevenção - Atropelamento

Desenvolvido pela ArtePlus - www.arteplus.infoGetulio Vargas de Lacerda
Segurança Pública
getuliovlacerda@hotmail.com
Delegado de Policia Nível II
Esp. em tóxicos
Pós graduado em Direito Penal, Proc. Penal e Público
Professor Direito Proc. Penal
Multiplicador Policia comunitária
Palestrante - Mult Denarc – SP

Apresentador Programa TV Catuai Falando Sério - Anti Drogas e Programa Personna.

Idade: 49 Anos, Casado, 03 Filhos, Thalles 20 Anos, Thais 17 e Lucas 12.

Rel: Evangélico, Diácono da Igreja O Brasil para Cristo em Manhuaçu-MG.
Cursos: Dentre Os Acima, Possui Diversos Na Área Policial- Inteligência Policial - Anti Seqüestro.

Dicas de Prevenção - Atropelamento  

Querer independência faz parte do desenvolvimento da criança, e os adultos, muitas vezes, querem apoiar essa crescente auto-estima. No entanto, na hora de atravessar a rua, crianças não devem ser deixadas sozinhas. O risco de ocorrer um acidente pode ser reduzido com o exemplo dos adultos e com o ensino de um comportamento seguro para pedestres. Em 2007, segundo o Ministério da Saúde, 934 crianças morreram vítimas de atropelamentos.

Como prevenir que os pequenos pedestres sofram um acidente:

  • O mais importante a fazer para ensinar um comportamento de pedestre seguro é praticá-lo você mesmo: atravesse as ruas olhando para ambos os lados, respeite os sinais de trânsito e faixas para pedestres e, antes de atravessar na frente dos veículos, faça contato visual com os motoristas para ter certeza de que eles te viram;
  • Não permita que uma criança menor de 10 anos ande sozinha pela rua. A supervisão de um adulto é vital até que a criança demonstre habilidades e capacidade de julgamento do trânsito. Segure sempre sua mão, firme, pelo pulso, enquanto estiverem caminhando na rua;
  • Entradas de garagens, quintais sem cerca, ruas ou estacionamentos não são locais seguros para a brincadeira da criançada;
  • Tenha certeza de que os pequenos fazem sempre o mesmo trajeto para destinos comuns (como casa-escola). Acompanhe a criança para identificar o caminho mais seguro e ensine-a a completá-lo de forma segura e cuidadosa. Escolha o trajeto mais reto, com poucas ruas para atravessar;
  • Usar uma lanterna ou materiais reflexivos nas roupas da criança pode evitar atropelamentos durante a noite.

 Ensine a criança:

  • Olhar para os dois lados várias vezes antes de atravessar a rua. Atravessar quando a rua estiver livre e continuar olhando para os dois lados enquanto atravessa;
  • Utilizar a faixa de pedestres sempre que disponível. Mesmo na faixa, a criança deve olhar várias vezes para os dois lados e atravessar em linha reta. Quando não houver faixa de pedestre, a criança deve procurar outros locais seguros para atravessar, seja na esquina, em passarelas ou próximo a lombadas eletrônicas;
  • Entender e obedecer aos sinais de trânsito;
  • Não atravessar a rua por trás de carros, ônibus, árvores e postes;
  • Nunca correr para a rua sem antes parar e olhar se vem carro - seja para pegar uma bola, o cachorro ou por qualquer outra razão. Correr precipitadamente para a rua é a causa da maioria dos atropelamentos fatais com crianças;
  • Caminhar de frente para o tráfego (no sentido contrário aos veículos) em estradas ou vias sem calçadas. Assim, a criança pode ver e ser vista mais facilmente;
  • Fazer contato visual com o motorista ao atravessar a rua para ter certeza de ver e ser visto;
  • Observar os carros que estão virando ou dando ré;
  • Caminhar em fila única sempre que estiver com mais crianças;
  • Ao desembarcar do ônibus, esperar que o veículo pare totalmente para descer e aguardar que ele se afaste para atravessar a rua.

Saiba mais:

  • A grande maioria das crianças menores de 10 anos de idade não consegue lidar seguramente com o trânsito;
  • Crianças têm dificuldade de julgar a velocidade dos carros, a distância entre elas e os veículos e a direção dos sons do trânsito;
  • Crianças pequenas muitas vezes têm opiniões erradas sobre carros. Elas pensam que os carros podem parar instantaneamente ou que, se elas podem ver o carro, o motorista também pode vê-las;
  • Crianças menores estão em crescente risco de morte e lesão por atropelamento nas entradas de garagens. Principalmente quando o veículo está dando ré, pois a altura delas é o ponto cego do motorista;
  • Alguns fatores aumentam a probabilidade de atropelamentos: alto volume de tráfego, grande número de veículos estacionados nas ruas, limites altos de velocidade estabelecidos e poucos dispositivos de segurança para pedestres, como passarelas e lombadas eletrônicas.
POR: Getúlio Vargas de Lacerda pós graduado em Direito Pùblico-penal e processual penal- palestrante, DIPE DENARC- membro do COMAD, escreve diversos artigos sobre drogas- sites e jornais coord do projeto “ viver sem drogas”.

Fonte: ONG Criança Segura  

As opiniões expressas ou insinuadas neste site pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do site www.policiaecia.com.br ou de seus representantes.

Jaqueline Andrade Web Jornalista - contato@policiaecia.com.br



A matéria foi acessada 6450 vezes.






Leia também:


Quem somos - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie - Gerenciar
©2009-2018- Site Policiaecia.com.br - Todos os direitos reservados.
Arte Plus - Marcelo Ivanir