Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/polic396/public_html/bkp-pcia/admin/conectar.php on line 2
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018
CAPA
NOTÍCIAS
VÍDEOS
GALERIA DE FOTOS
CHAT
AGENDA
SOCIAL
QUEM SOMOS
ANUNCIE
CONTATO


Home Page
Favoritos

WhatsApp Policia e Cia
fb/policiaeciaoficial
@policiaecia
Envie torpedos SMS grátis
TV's Online

Rádios Online

Sites Úteis
Policia Rodov.Federal
Polícia Federal
Bombeiros MG
Polícia Militar MG
Polícia Civil MG
Detran MG
Tribunal de Justiça MG
Justiça Militar MG
Portal do MP
Consultar CEP
Consulta Veículos MG
Lista telefônica
Anteced. Criminais PC
Anteced. Criminais PF
Certidao Negativa Justiça Federal
Certidao Negativa Tribunal Eleitoral
Agência Brasil
Agência Minas
Cadastro Nacional de Veículos
Jornal O Tempo


Parceiros
Pascoal On Line
Matipó Vip
Universo Policial
Blog da Renata
Portal Caparaó
Mutum On Line
Ipanews - Ipanema
Jornal O Campeão
Manhuagito
Portal Vila Nova
Jornal Regional
Portal da Mata
Blog Willian Chaves
Comendador Fabricio
Lovantino
Blog do Cabo Júlio
Amigos de Caserna‏
Blog Debate Policial
Blog do Cabo Fernando
Matipo Web
TV Super Canal
Jornal de Bolso
Manhuaçu Noticia
Jornal o Combatente
Instituto Caminhar
Pontinhos de Minas
TV COM


Bookmark and Share

Colunistas
Periculosidade e Insalubridade

Desenvolvido pela ArtePlus - www.arteplus.infoClaudio Cassimiro Dias
Criminólogo
claudinhocd@ig.com.br
Poeta e escritor, Especialista (Latu Sensu) em Criminologia, Bacharel em Direito, Bacharel em Historia, Acadêmico Efetivo Curricular da Academia de Letras João Guimarães Rosa da Policia Militar de Minas Gerais, Cadeira 28, Ex-Diretor Jurídico do CSCS/PMBMMG, Conselheiro do CEPREV/MG, Pesquisador da Historia Militar e palestrante.

PERICULOSIDADE E INSALUBRIDADE: POR QUE OS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA DE MINAS GERAIS NÃO ESTÃO RECEBENDO?

“A VALORIZAÇÃO SALARIAL, PRÊMIOS, ADICIONAIS, VANTAGENS ABONOS, AUXÍLIOS, PAGAMENTO DE PERICULOSIDADE E INSALUBRIDADE.”

Quando falamos de valorização profissional todas essas palavras nos vem a cabeça, pois imaginamos tudo que podemos receber em contraprestação aos serviços e trabalhos que prestamos.

No caso dos servidores públicos e mais particularmente dos militares estaduais, policiais e bombeiros, policiais civis e agentes penitenciários fica sempre a dúvida sobre o recebimento da periculosidade ou insalubridade em virtude do trabalho que prestam.

Dentre as palavras citadas no título o que se abstrai é que o mais importante é que o salário seja bruto e real, com um piso fixado e que não dependa desses penduricários, mas, que seja um salário compensatório e proporcional ao serviço e riscos da atividade exercida.

Ater-me-ei aqui, a comentar as funções policiais, de bombeiro e dos agentes penitenciários - aqui se deve fazer um aparte para incluir os guardas civis e os guardas municipais – posto que a âmbito dos municípios, também exercem função similar a das polícias, resguardadas as proporções e atividades especificas de polícia previstas em Lei.

A atividade policial é por si só, uma atividade perigosa, pois a qualquer momento o policial pode se deparar com a morte, em uma ocorrência.

No caso dos bombeiros, agentes e congêneres, a atividade também é perigosa e insalubre, pois, entram em rios sujos de esgoto, sobem alturas, enfrentam a fúria das águas e o fogo descontrolado e outras intempéries da natureza e da vida das pessoas. Cabe aqui observar, que nem tudo que é perigoso é insalubre, pois, o risco existe em ambos adjetivos, porem, o bombeiro, por exemplo pode se contaminar em um rio sujo, e o policial pode ser atingido por um tiro desferido por um marginal. Dentro do principio da universalidade, o policial pode se ver diante de uma situação de agir como bombeiro e o bombeiro ter de agir como policial, principalmente no interior onde os recursos ainda são parcos.

Mas, como o tema é muito amplo abordarei em outros artigos de maneira pormenorizada sobre cada adicional que compõem o salário do trabalhador.

O que eu ressalto aqui nesse artigo é a importância de se iniciar um debate consistente e bem elaborado para que em breve nossos valorosos policiais e bombeiros militares estejam recebendo o Adicional de insalubridade, e ou, o Adicional de Periculosidade por ser justo e de direito.

Nossas lideranças perderam a oportunidade de colocar na pauta das negociações no último movimento reivindicatório, onde deixaram passar despercebida a importância do recebimento da “Insalubridade” e da “Periculosidade” por parte de nossos policiais civis, policias militares e bombeiros militares.

No entanto faz-se necessário que se inicie um debate acerca do assunto para que um projeto de lei nesse sentido seja levado a baila, e o devido pagamento seja feito.

CLÁUDIO CASSIMIRO DIAS, Cabo, Criminólogo, Historiador, Bacharel em Direito, Acadêmico da ALJGR da PMMG, Palestrante e Pesquisador da História Militar.

As opiniões expressas ou insinuadas neste site pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, as do site www.policiaecia.com.br ou de seus representantes.


A matéria foi acessada 10960 vezes.






Leia também:


Quem somos - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie - Gerenciar
©2009-2018- Site Policiaecia.com.br - Todos os direitos reservados.
Arte Plus - Marcelo Ivanir